F1: “Sei que preciso melhorar”, afirmou Perez

Sergio Perez teve um desempenho bem abaixo do esperado no GP da Emília-Romanha de Fórmula 1 no último fim de semana. Enquanto seu companheiro de equipe Max Verstappen conquistou a pole position e venceu a corrida com o RB20, Perez foi eliminado do Q2 na sessão de classificação e ficou apenas em P11. Na corrida, o mexicano só conseguiu subir três posições, finalizando em P8, em um final de semana para esquecer. Agora, no icônico GP de Mônaco, a pressão aumenta para o piloto de 34 anos em uma das corridas mais complexas do calendário.

Após o oitavo lugar em Ímola, Perez saiu da segunda colocação no campeonato de pilotos, sendo ultrapassado por Charles Leclerc da Ferrari. O mexicano sabe que o RB20 tem potencial para brigar por pódios constantemente. “Temos toda uma fábrica trabalhando para que aproveitemos ao máximo um carro muito rápido e o coloquemos onde ele pertence, que é sempre no pódio”, disse Perez.

Chegando ao circuito de Mônaco, Perez sabe que precisa subir ao pódio para aliviar a pressão. “A pressão para performar surge no sábado em Mônaco, pois ultrapassar no domingo é quase impossível. Sei que preciso melhorar após um fim de semana complicado na Itália. Nada funcionou em Ímola, e temos trabalhado duro para entender o que aconteceu. Quero recuperar o ritmo e sabemos que, se acertarmos, podemos ter um bom desempenho neste fim de semana”, disse ele.

No entanto, Perez que já venceu um GP no Principado, sabe o que precisa ser feito para se redimir do fim de semana passado: “Mônaco é sempre uma das corridas de destaque no calendário, e tenho a sorte de ser um vencedor de corrida lá, o que é muito especial para mim. Às vezes, parece que a corrida fica em segundo plano, porque o evento e tudo em torno da corrida é muito grande. Mas sempre chegamos focados, e a equipe garante que possamos nos concentrar no que é importante, que é extrair tudo do carro”, encerrou o piloto mexicano.