F1: Segundo jornal italiano, Leclerc teria renovado com a Ferrari por mais cinco anos

Charles Leclerc comprometeu seu futuro de longo prazo na Fórmula 1 com sua atual equipe, a Ferrari, ao assinar uma renovação de contrato milionária com duração de cinco anos, segundo informações do jornal, La Gazzetta dello Sport.

Associado à Ferrari desde março de 2016 como piloto júnior da academia da Scuderia, Leclerc ascendeu pelas categorias, sendo promovido à equipe sênior da F1 após apenas uma temporada na elite do automobilismo com a Sauber (ex-Alfa Romeo).

O monegasco entregou resultados instantâneos, conquistando duas vitórias, incluindo a primeira vitória da Ferrari em Monza em nove anos, superando seu então companheiro de equipe e tetracampeão de F1, Sebastian Vettel.

Esses feitos garantiram a Leclerc um contrato extenso de cinco anos, o mais longo da história da Ferrari. Com o término previsto para o final de 2024, a Ferrari estaria supostamente ansiosa para garantir Leclerc por mais tempo.

O presidente da Ferrari, John Elkann, confirmou esta semana que tanto Leclerc quanto Carlos Sainz terão seus contratos renovados, dizendo: “Sainz e Leclerc? Eles ficarão, é claro.”

Segundo a informção do jornal italiano, um anúncio da renovação é iminente em relação ao novo contrato de Leclerc, que veria seu salário subir para US$ 27 milhões, aumentando para mais de US$ 54 milhões no último ano.

Apesar de três temporadas sem vitórias na Ferrari, Leclerc conquistou cinco vitórias durante seu tempo na equipe, registrando 23 pole positions.

Com cláusulas de saída relacionadas ao desempenho incluídas no contrato, o Gazzetta dello Sport informou que essas cláusulas se tornarão ativas a partir do terceiro ano do acordo.

Enquanto a Ferrari começou o último ciclo de regras em 2022 com o carro mais rápido, a equipe italiana foi rapidamente superada no desenvolvimento, terminando em terceiro no campeonato de construtores este ano.

Na outra garagem da Ferrari, o futuro de Sainz, que também renovou até o final de 2024 na última temporada, é supostamente menos definido do que o de Leclerc.

Apesar do Gazzetta dello Sport divulgar que Sainz deseja permanecer na equipe, também informa que a Ferrari está relutante em oferecer o contrato de dois anos que ele deseja.

Em vez disso, a Ferrari estaria disposta a oferecer ao espanhol uma renovação de apenas um ano para avaliar o mercado de pilotos, com Lando Norris sendo uma opção atraente para a equipe italiana.

Norris, atualmente sob contrato com a McLaren até 2025, expressou sua intenção de permanecer com sua atual equipe.

Enquanto isso, Sainz foi cogitado como possível candidato à uma vaga na Sauber, que se transformará em uma equipe de fábrica da Audi a partir de 2026. No entanto, o piloto de 29 anos negou esses boatos, afirmando seu desejo é permanecer na Ferrari por muitos anos.