F1: Sauber reflete sobre os desafios da qualificação sprint na Áustria, “hoje, perdemos algo”

A qualificação sprint na Áustria pode não ter sido o resultado esperado, mas a Sauber aprendeu lições importantes para a qualificação da corrida de domingo. Valtteri Bottas e Zhou Guanyu foram eliminados no SQ1, e irão largar de P18 e P20, respectivamente. A equipe e os pilotos compartilharam seus sentimentos sobre a sexta-feira em Spielberg.

 

Alessandro Alunni Bravi – Representante da Equipe

“Hoje tivemos uma sessão decepcionante de Qualificação Sprint, que nos levou de volta ao fundo do grid. Precisamos entender por que não conseguimos manter a trajetória positiva que começou no fim de semana passado em Barcelona. Em uma pista como Spielberg, com tempos de volta curtos, não há margem para erro, e vimos que especialmente o último setor é crucial. Hoje, perdemos algo, tanto em termos de desempenho no último setor quanto de voltas limpas, o que comprometeu nossa sessão.”

 

Valtteri Bottas

“A sensação com o carro tinha sido bastante decente até agora, e eu esperava que nossos tempos de volta fossem melhores; eu fiz duas voltas limpas, e embora a segunda tenha sido deletada por exceder os limites da pista, não teria feito muita diferença, já que era apenas dois centésimos de segundo mais rápida. Infelizmente, ainda estamos bastante carentes em termos de ritmo de volta única. A Sprint de amanhã será um trabalho difícil começando do fundo do grid, especialmente em uma corrida curta sem paradas nos boxes, mas ainda teremos a chance de fazer mudanças no ajuste depois. Vamos concentrar todos os nossos esforços em maximizar essas lições, buscando melhorar nossa performance na Qualificação principal de amanhã e no domingo.”

 

Zhou Guanyu

“Enquanto usamos a sessão de treino da manhã para coletar informações e dados, a qualificação sprint de hoje foi bastante confusa para mim. Eu tive apenas duas voltas: na primeira, acabei saindo largo para a brita, e encontrei muito tráfego na segunda. Isso tornou difícil registrar um bom tempo, já que os pneus estavam comprometidos após a primeira tentativa. No entanto, olhando para frente amanhã, acredito que teremos mais ritmo e seremos mais fortes do que hoje – nosso foco agora está na qualificação propriamente dita.”