F1: Russell confiante de que a Mercedes está em “ótima posição” para 2026

George Russell afirmou nesta quinta-feira (06), que as novidades de 2026 poderão fazer com que ela se destaque na categoria em 2026, a partir de um motor potente.

“Sim, quero dizer, normalmente 2026 parece demorar muito, mas no mundo da Fórmula 1 estará aqui amanhã e a equipe está se sentindo muito confiante para esta era”, afirmou o piloto britânico.

Russell disse ainda que a experiência da equipe com tecnologias futuras os coloca em “uma ótima posição para ter um ótimo motor. E o trabalho que a Petronas está fazendo com o combustível também parece muito forte”. Ele ainda completou, “Então, do lado do motor, acho que estamos nos sentindo muito confiantes para essa época”.

Em 2014, quando os híbridos foram introduzidos, a Mercedes se destacou e obteve uma vantagem considerável sobre as outras equipes. O diretor técnico, James Allison, ponderou sobre haver uma chance da Mercedes repetir o domínio daqui a dois anos, com as novas regulamentações. 

Mesmo não tendo feito parte da equipe quando as novas unidades de potência estavam sendo implementadas, ele conta que o sentimento dentro da Mercedes “é muito parecido” com 2014.

“Há um grande esforço acontecendo no HPP (Mercedes AMG High Performance Powertrains) para fazer disso um sucesso, porque isso definirá o rumo de qualquer um que tenha a sorte de ter isso na traseira do carro nas próximas temporadas”, afirmou Allison.

Atualmente, a Mercedes tem tido dificuldades para se destacar em meio ao ciclo de regras dominado pelo efeito solo, então, a chance de virar o jogo em 2026 aumenta confiança da equipe, que poderia se beneficiar das mudanças de motor previstas.