F1: Rumores apontam que Red Bull deve adotar zeropod abandonado pela Mercedes

Com a revelação do RB20, as atenções rapidamente se voltaram para as semelhanças entre o novo modelo e o W14 da Mercedes. A equipe Red Bull decidiu adotar uma abordagem que foi inicialmente vista no W13 da Mercedes, visando as condições quentes das primeiras corridas da temporada 2024 em Bahrein, Austrália e Arábia Saudita, além dos testes de pré-temporada, também no Bahrein.

A decisão de adaptar o design para as primeiras corridas indica uma estratégia cuidadosa da equipe, considerando as temperaturas elevadas desses locais. No entanto, uma mudança significativa está prevista para abril, quando o circo da F1 chegar ao Japão. A equipe planeja transitar para um design de sidepod que lembra o “zero-pod”, uma inovação da Mercedes que prometia, mas não alcançou o potencial esperado em 2022 e 2023.

A Mercedes havia projetado o conceito de “zero-pod” com o objetivo de encolher a carroceria e aumentar a área do assoalho, criando assim mais downforce. Apesar dos resultados promissores em túnel de vento e simulações, a aplicação prática na pista revelou limitações. A janela de operação ótima do carro era restrita devido às irregularidades encontradas nas pistas, comprometendo o desempenho esperado.

A abordagem da Red Bull de adotar uma estratégia inspirada na Mercedes, adaptando-se às condições específicas das primeiras corridas, enquanto planeja uma transição para uma solução potencialmente mais eficaz, destaca a natureza dinâmica do desenvolvimento na F1. A equipe mostra-se atenta às lições aprendidas pela concorrência e pronta para implementar ajustes estratégicos ao longo da temporada, na busca pelo equilíbrio ideal entre desempenho e adaptabilidade.

Com a temporada 2024 prestes a começar, a expectativa em torno da evolução do RB20 e a eficácia de suas mudanças estratégicas será um ponto de interesse para fãs e especialistas, conforme a equipe busca manter sua competitividade frente a adversários fortes.