F1: Red Bull vai sentir falta do “fator Newey”, afirmou Preston

A saída de Adrian Newey da Red Bull Racing deve impactar a equipe por um longo período. O renomado projetista britânico foi peça fundamental na conquista de seis títulos de construtores e sete de pilotos para a equipe, mas coincidência ou não, desde que o anúncio da saída de Newey (que só vai ocorrer no início de 2025) foi feito, a Red Bull não tem dominado a Fórmula 1 como antes.

Mark Preston, ex-colega de Newey na McLaren, acredita que a perda será sentida profundamente. “A decisão de Adrian Newey terá um grande impacto na Red Bull”, disse Preston em entrevista ao site OLBG. “Ele é uma figura especial na F1, e sua ausência será notada principalmente em momentos de mudanças de regulamento, quando ele brilhava ao definir o futuro da equipe.”

Além do sucesso na Red Bull, Newey já havia conquistado títulos de construtores e pilotos em outras equipes, provando sua capacidade de levar times ao topo. Por isso, Preston aposta em um retorno rápido de Newey a alguma outra equipe da F1. “Não é surpresa que Adrian Newey queira novos desafios. Ele adora novidades e mudanças de regulamento. Como engenheiro, consigo ver o interesse dele pelos detalhes, e isso provavelmente significa que ele não ficará longe do esporte por muito tempo”, acredita o australiano.

Preston continuou: “A Red Bull ainda tem Max Verstappen e um bom grupo de pessoas trabalhando duro nos bastidores. Eles vão buscar preencher as lacunas deixadas por Newey com novos talentos. Mas sempre digo que o conjunto é fundamental, e a Red Bull vai precisar analisar as áreas carentes para se fortalecer”, concluiu.