F1: “Precisamos de Perez na disputa”, afirmou Horner

Apesar de terminar em oitavo no GP da Espanha de Fórmula 1 e pontuar pela primeira vez desde Mônaco, Sergio Perez não convenceu a Red Bull Racing. O chefe da equipe, Christian Horner, espera que o resultado tenha ao menos surtido um efeito positivo: a recuperação da confiança do piloto mexicano.

Largando em décimo primeiro por conta de uma penalidade de grid onde perdeu três posições, Perez chegou a Barcelona precisando de uma boa atuação. No entanto, o desempenho ficou aquém do esperado, mais uma vez, com o mexicano terminando a um minuto de distância do companheiro de equipe Max Verstappen, vencedor da corrida.

Mesmo com o resultado abaixo do ideal, Horner aposta em uma evolução nas próximas etapas. “A simulação antes da corrida dizia que o oitavo lugar era o mais provável largando em décimo primeiro”, disse Horner ao RacingNews365. “Sergio conseguiu isso. Fizemos uma estratégia de três paradas. Espero que ele tenha tirado um pouco de confiança dessa corrida.”

O próprio Perez classificou a corrida na Espanha como um ‘pesadelo’. O piloto vive situação parecida com a de 2022 e 2023, temporadas onde começou bem, mas caiu de rendimento ao longo do ano.

Nesse cenário, com a McLaren entrando na briga pelo campeonato de construtores, a Red Bull precisa urgentemente de melhores performances de Perez. “Precisamos do Checo na disputa, e ele sabe disso, assim como a equipe. Se ele ficar atrás do oitavo lugar, perdemos opções estratégicas. O Checo das primeiras quatro ou cinco corridas do ano foi fantástico, precisamos trazê-lo de volta para aquele momento”, finalizou Horner.