F1: Perez sob pressão apesar da renovação de contrato na Red Bull

Sergio Perez enfrenta uma fase bastante ruim na temporada 2024 da Fórmula 1. Mesmo após renovar seu contrato com a Red Bull Racing, o piloto mexicano vem colecionando resultados fracos nas últimas provas. Desde o GP de Ímola, disputado logo após o anúncio da renovação, Perez caiu do segundo para o quinto lugar no campeonato de pilotos.

Na sessão de classificação para o GP da Áustria, disputado neste fim de semana, Perez sequer alcançou o top 5, fechando a sessão em oitavo, a mais de oito décimos do companheiro de equipe Max Verstappen, que conquistou a pole position.

O chefe da Red Bull, Christian Horner, saiu em defesa de Perez, mas admitiu a existência de pressão: “Fizemos o possível para apoiá-lo e descobrir o que está faltando. Ele precisa se recuperar”, disse Horner.

Apesar do voto de confiança, Horner deixou claro que a pressão sobre Perez continua. “Checo sabe que a Fórmula 1 é um esporte de resultados. A imprensa começa a fazer perguntas, e é fácil se perder. Mas estou confiante que ele irá reagir bem, como sempre fez em situações de pressão”, finalizou o chefe da Red Bull.