F1: “Perez sabe o que precisa ser feito”, afirmou Horner

O chefe da Red Bull Racing, Christian Horner, negou que a briga entre Max Verstappen e Lando Norris na Áustria tenha influenciado a corrida do holandês em Silverstone. Norris passou por Verstappen com facilidade logo no início do GP da Inglaterra de Fórmula 1, assim como Oscar Piastri mais tarde.

Verstappen não mostrou resistência e sequer tentou segurar o piloto da McLaren. Segundo Horner, a diferença de velocidade entre os carros era tão grande, que Norris poderia ter ultrapassado por qualquer lado.

“Não conversei com Max ainda, mas imagino que ele estava focado em encontrar a melhor linha de corrida possível para não perder tempo para o carro atrás”, afirmou o chefe da equipe.

Apesar do susto inicial, Verstappen terminou na frente de Norris graças a uma boa estratégia de pit stops. O holandês foi o único piloto da Red Bull a pontuar, já que Sergio Perez teve um péssimo desempenho e terminou apenas em P17.

Mesmo na liderança do campeonato de construtores, a Red Bull viu a McLaren somar mais pontos em Silverstone. Horner sabe que a equipe precisa dos dois pilotos pontuando para manter a vantagem.

“Não é sustentável ter rivais pontuando o tempo todo. Checo (Perez) sabe disso e ninguém está mais ansioso do que ele para voltar a performar bem. Ele conhece o papel dele e o que precisa ser feito”, concluiu Horner.