F1: Mercedes revela estratégia crucial que ‘salvou’ Hamilton no GP da Inglaterra

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, revelou que o desgaste dos pneus foi crucial para evitar que Lewis Hamilton fosse alcançado por Max Verstappen durante o Grande Prêmio da Inglaterra de F1.

Hamilton aproveitou uma troca tardia para pneus slicks quando a pista começou a secar, ultrapassando Lando Norris, piloto da McLaren e conquistando sua nona vitória recorde em Silverstone. A Mercedes escolheu os novos pneus Soft guardados para a corrida, enquanto a McLaren seguiu o mesmo caminho, mas isso resultou em Norris sendo ultrapassado por Verstappen.

Verstappen, com pneus duros, conseguiu ultrapassar Norris e se aproximou rapidamente de Hamilton nas voltas finais, terminando a apenas 1,4 segundos do líder.

Wolff admitiu que o pneu duro era a pior opção entre as três disponíveis para completar a corrida, mas a Mercedes não tinha outra escolha naquele momento.

“Acredito que o nosso desgaste de pneus foi boa em comparação com a McLaren, e isso garantiu a vitória”, comentou Wolff, elogiando a comunicação eficaz entre o muro dos boxes e Hamilton para executar a parada crucial na volta 38.

No entanto, Wolff expressou decepção com o problema de vazamento de água que afetou a corrida de George Russell, que largou na pole position. “É uma pena que não tivemos a chance com George hoje, mas tenho certeza de que ele ganhará mais corridas no futuro”, concluiu Wolff.