F1: Mercedes pode ter pressa para não perder “novo Verstappen”

A segunda vaga da Mercedes para a temporada 2025 da Fórmula 1 segue em aberto. O nome de Andrea Kimi Antonelli, piloto júnior da equipe e atualmemnte correndo na F2, aparece como favorito, mas a dúvida sobre o seu preparo para a F1 paira sobre a decisão.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, sinalizou uma ‘nova direção’ para a equipe em 2025 e destacou a importância de não repetir o erro de perder um talento como Max Verstappen, como ocorreu no passado. No podcast da Sky Sports F1, Bernie Collins sugeriu que esse receio motiva o interesse em Antonelli.

“Existe a impressão de que há um medo de perder o próximo Verstappen. Eles querem investir em alguém jovem, para desenvolvê-lo, e potencialmente, ter o próximo Verstappen em alguns anos”, afirmou Collins.

“Há receio de perder a chance de tê-lo (Antonelli) no time, o que pode explicar a pressa em colocá-lo no cockpit antes que esteja totalmente pronto”, acrescentou.

Com apenas a atual temporada na F2, após pular a F3 vindo da F4, o salto para a F1 parece ousado para Antonelli. “Será que ele não poderia ir para a Williams na segunda metade deste ano? Depois, sim, para a Mercedes”, sugere Collins. “Já vimos isso acontecer com George Russell. Ele passou pela Williams antes de chegar à Mercedes. Mas será que isso teria sido tão bem-sucedido quanto colocá-lo direto na Mercedes? Não sabemos.”

No entanto, declarações recentes de James Vowles, chefe da Williams, indicam que não há espaço para Antonelli na equipe. A prioridade para 2025 é Carlos Sainz. “Tudo indica que não haverá vaga na Williams. Acredito que em breve eles confirmarão Carlos Sainz como companheiro de Alex Albon”, finalizou Collins.

Uma mudança nas regras da superlicença da FIA, anunciada na semana passada, e que teria sido pedida pela própria Williams para diminuir a idade mínima de 18 anos, possibilita que uma licença especial seja concedida ao piloto de 17 anos. Isso abre caminho para uma estreia de Antonelli ainda este ano, ocupando o lugar de Logan Sargeant.