F1: Mercedes foi cautelosa ao orientar Hamilton a devolver posição para Sainz na Áustria

Lewis Hamilton precisou devolver a quarta posição para Carlos Sainz no último domingo durante o GP da Áustria de Fórmula 1, e por isso não houve uma punição para o heptacampeão. A Mercedes optou pela precaução devido à falta de clareza por parte da FIA em relação a incidentes de ganho de posição fora dos limites da pista.

No início da prova, Hamilton ultrapassou Sainz por fora na primeira curva, mas acabou saindo da pista para completar a manobra. A equipe ponderou o risco de uma penalização pelo ganho indevido de posição.

Desde 2024, a FIA não orienta mais as equipes sobre a necessidade de devolver posições para evitar penalidades. Diante dessa indefinição, a Mercedes optou pelo caminho mais seguro.

James Allison, diretor técnico da equipe, esclarece que Hamilton ‘não precisava’ devolver a posição. “Foi uma questão de julgamento”, afirmou em um vídeo divulgado pela Mercedes.

A incerteza quanto à uma possível penalidade, aliada ao aumento da punição padrão para esse tipo de infração (de cinco para dez segundos em 2024), pesou na decisão da Mercedes.

“Sabíamos que as consequências de não devolver a posição e ser punido pelos comissários seriam piores”, afirmou Allison. A equipe buscou orientação da FIA, mas não obteve uma resposta definitiva.

Após análise interna, a Mercedes concluiu que seria arriscado prosseguir na posição. Na terceira volta, a direção de prova anunciou a investigação do incidente, o que reforçou a cautela da equipe.

“Enquanto pensávamos, vimos a mensagem informando que o incidente estava sendo investigado. Tínhamos certeza de que seria o caso, então achamos que o melhor era devolver a posição”, disse Allison.

Hamilton acatou a decisão sem questionamentos. “Ele entendeu o risco também”, finalizou o diretor técnico.

Apesar da manobra inicial, a devolução da posição não interferiu no resultado final de Hamilton. No entanto, a Mercedes acredita ter tomado a decisão correta ao evitar o risco de uma penalidade de tempo na corrida.