F1: McLaren teme “coelho na cartola” da Red Bull em 2024

Enquanto o paddock da Fórmula 1 se prepara para a temporada de 2024, a McLaren se mostra atenta à estratégia da rival Red Bull. O pouco desenvolvimento visto no RB19 durante o ano passado gera uma dúvida que paira no ar. Será que a equipe de Max Verstappen estava economizando upgrades para surpreender este ano?

Andrea Stella, chefe de equipe da McLaren, acredita que essa pode ser a realidade. “Quando pensamos especificamente na Red Bull, há um elemento que deixa todos em dúvida sobre o que acontecerá em 2024, que é o fato deles não terem desenvolvido muito o carro”, afirmou Stella em entrevista ao The Race. “Então a questão é: Eles economizaram e acumularam desenvolvimento que será aproveitado no carro de 2024?”

Durante a temporada de 2023, poucas atualizações significativas foram observadas no RB19 de Max Verstappen e Sergio Perez, enquanto outras equipes introduziram novos conceitos agressivamente. A teoria de Stella, no entanto, é que a Red Bull esteve ocupada desenvolvendo nos bastidores, guardando as inovações para 2024.

A equipe de Woking não ignora o próprio trabalho. Na apresentação do MCL60 em 2023, reconheceu que não estava satisfeita com o resultado final e que o início do ano seria difícil. A previsão se concretizou, mas as atualizações introduzidas na Áustria levaram a um salto de performance. Stella continuou: “Sempre chegamos a um ponto no regulamento em que o retorno sobre o investimento diminui. Pode ser que haja áreas do carro onde percebemos que o investimento não valia a pena”, concluiu.

Enquanto foca no aprimoramento do MCL61, a McLaren observa com atenção a Red Bull. As poucas atualizações vistas no RB19 em 2023, são motivo de cautela, fazendo a equipe de Stella acreditar que a Red Bull pode ter um ‘coelho na cartola’ para a nova temporada, que será iniciada com o GP do Bahrein em 02 de março.