F1: Marko afirma que Hamilton e Verstappen jamais serão companheiros de equipe

No encerramento da temporada 2023 da Fórmula 1, mais um boato começou a se espalhar. Lewis Hamilton, ou pelo menos sua equipe, teria indagado no início do ano, sobre a possibilidade de se tornar companheiro de equipe de Max Verstappen na Red Bull Racing, mas o chefe da Mercedes, Toto Wolff, alegou que foi o contrário que aconteceu, ou seja, a Red Bull teria procurado o heptacampeão. Segundo Helmut Marko, consultor da Red Bull, este é um cenário que nunca vai se concretizar.

Recentemente, Horner sugeriu que a equipe pessoal de Hamilton estava interessada em obter um lugar na Red Bull, isso antes do piloto assinar um novo contrato com a Mercedes. Em vez disso, foi afirmado no lado oposto que a Red Bull estava tentando atrair o piloto britânico.

Quem exatamente procurou contato com quem, na verdade isso pouco importa, pois de acordo com Marko, a combinação de Verstappen e Hamilton na Red Bull nunca iria funcionar de qualquer maneira. “Christian me informou e me mostrou a mensagem de texto que recebeu, mas eu disse a ele: ‘Hamilton e Max, isso não funciona’,” afirmou o austríaco de 80 anos, citado pelo Motorsport.com.

Segundo Marko, muita coisa se desenrolou entre os dois pilotos na F1. Ele se refere principalmente à temporada de 2021, na qual as tensões entre Verstappen, Hamilton e suas equipes atingiram o auge.

Além disso, há outro fator em jogo: “Por outro lado, não podemos nos dar ao luxo de ter os dois pilotos mais caros da F1 em uma mesma equipe. Isso simplesmente nunca vai acontecer”, encerrou Marko.