F1: Liberty Media mira aquisição da MotoGP em expansão esportiva

A Liberty Media, proprietária dos direitos comerciais da Fórmula 1 desde 2017, agora volta seus olhares para a aquisição do equivalente de duas rodas do esporte, a MotoGP. Essa informação surge em um momento em que a possibilidade de realizar um evento conjunto, reunindo ambas as categorias mundiais, tem sido discutida abertamente.

Segundo o jornal de negócios espanhol Expansión, a Liberty Media está em negociações com a Bridgepoint, atual proprietária da organização da MotoGP, a Dorna Sports. Embora a Bridgepoint não esteja ativamente tentando vender a Dorna, ela avalia sua propriedade da MotoGP em US$ 4 bilhões. A notícia do interesse da Liberty na Dorna também despertou a curiosidade de outros gigantes do entretenimento e tecnologia, como Amazon, Netflix e Disney, além de fundos de capital de risco como CVC e KKR.

Carmelo Ezpeleta, o supremo da MotoGP, confirmou os rumores de venda em dezembro passado, em entrevista à La Repubblica: “Os sinais estão sempre lá. Eu confirmo os rumores, mas gostaria de saber quem os espalha. Até porque, todos os dias, recebo duas ou três ligações de instituições de crédito, perguntando-me se é verdade que estamos à venda.”

Ezpeleta esclareceu que os bancos não têm interesse direto na compra, mas se oferecem como intermediários na negociação. Essa movimentação indica um crescente interesse no esporte de duas rodas, que poderia trazer uma nova dimensão à gestão da Liberty Media no mundo do automobilismo.

A potencial aquisição da MotoGP pela Liberty Media representa uma estratégia de expansão significativa, que pode não apenas aumentar a visibilidade e o alcance da MotoGP globalmente, mas também promover uma sinergia inédita entre as duas maiores categorias de corridas do mundo. Com a possibilidade de eventos conjuntos entre F1 e MotoGP, o cenário do automobilismo mundial poderia presenciar um aumento no engajamento dos fãs e uma oferta mais diversificada de conteúdo esportivo.

Este movimento estratégico da Liberty Media também destaca a crescente convergência entre esportes tradicionais e gigantes da mídia e do entretenimento digital, sugerindo um futuro em que as corridas possam alcançar públicos ainda mais amplos através de novas plataformas e formatos de distribuição. Enquanto as negociações continuam, o mundo do automobilismo aguarda ansiosamente por mais desenvolvimentos sobre esta possível união entre a Fórmula 1 e a MotoGP, prometendo uma nova era para os entusiastas do esporte a motor.