F1: Leclerc prevê dificuldades para Ferrari no GP da Inglaterra

Charles Leclerc vive um momento de frustração na Ferrari. Após a vitória no GP de Mônaco de Fórmula 1, o piloto monegasco não conseguiu mais bons resultados nas corridas seguintes. Problemas de performance e confiabilidade o fizeram cair na classificação do campeonato de pilotos. Além disso, Leclerc já prevê um fim de semana complicado para a equipe italiana em Silverstone.

Na Áustria, um toque na largada tirou Leclerc da briga pelos pontos. Mesmo sem a batida, que o obrigou a parar nos boxes para trocar a asa dianteira do carro, o desempenho do piloto da Ferrari não animou muito. O carro sofre em curvas de alta velocidade, o que deve se repetir em Silverstone.

“Sinto que será um fim de semana difícil, sim. Analisando as últimas três corridas, estamos sofrendo. Ainda não encontramos a solução mágica”, disse Leclerc à imprensa na Áustria.

A Ferrari implementou um novo pacote aerodinâmico em Barcelona, mas o time ainda não colheu frutos. “Os números mostram um progresso, mas existem outras limitações que precisamos investigar para eliminá-las”, afirmou o piloto de 26 anos.

Na busca por soluções para os problemas de equilíbrio, a Ferrari recorre a medidas pouco ortodoxas, com configurações diferentes para os carros dos pilotos. Apesar disso, Leclerc espera uma melhora em breve.

“Para o GP da Áustria configuramos o carro de formas completamente opostas (entre ele e Carlos Sainz), então creio que há muito a aprender com essas duas configurações. Não foi bom para mim, mas vamos analisar, comparar e espero que possamos evoluir a partir disso”, finalizou Leclerc.