F1: Leclerc explica incidente com Norris no TL3 do GP da Espanha

Charles Leclerc ofereceu sua versão dos eventos após o incidente com Lando Norris durante a terceira sessão de treinos livres (TL3) no GP da Espanha. Os dois pilotos se tocaram na aproximação para a curva 7, depois que Leclerc abortou sua volta, sentindo-se impedido pelo piloto da McLaren.

O carro de Leclerc derivou para o lado esquerdo em direção a Norris enquanto ele desacelerava, resultando em um leve toque entre os dois.

Ambos os pilotos foram chamados pelos comissários após a sessão, mas Leclerc evitou uma penalidade mais severa e recebeu apenas uma reprimenda.

Explicando sua perspectiva à imprensa, Leclerc disse: “Lando estava saindo dos boxes e eu estava atrás em uma volta rápida. Quando ele abortou, eu também abortei. Eu freiava para ficar ao lado dele. Eu julguei mal.

“Eu estava do lado direito da pista, não queria atrapalhar os carros atrás, então fiquei um pouco no meio, frustrado e olhando no espelho para não atrapalhar. Então, nós colidimos, mas foi mais um mal-entendido.”

Leclerc terminou a sessão de qualificação em quinto lugar e elogiou os esforços da Ferrari para melhorar o carro após uma sexta-feira desafiadora.

Tendo evitado uma penalidade no grid pela colisão, Leclerc enfatizou que intimidar Norris ao fazer contato estava longe de ser sua intenção.

“Você sempre fica frustrado quando faz isso, mas nunca quer tocar,” disse Leclerc. “Isso é a última coisa que você quer fazer, danificar seu carro com a qualificação logo depois. Nunca é o objetivo.”