F1: Leclerc e Sainz comentam sobre pressão que existe por serem pilotos da Ferrari

Para muitos pilotos, correr na Fórmula 1 pela Ferrari é um sonho absoluto. O vermelho escarlate, o icônico cavalo empinado e a paixão sempre presente dos fãs italianos. Por outro lado, há sempre uma expectativa elevada. Charles Leclerc e Carlos Sainz, os atuais pilotos da Scuderia, conhecem bem essa realidade.

Na F1, a pressão é sempre enorme, e na Ferrari, é apenas um passo a mais. Nem todos conseguem lidar com as imensas expectativas dos fãs da Ferrari e da imprensa italiana. No entanto, em uma entrevista ao FormulaPassion.com, Leclerc disse que nunca se preocupa com essa pressão.

“Nunca foi algo que me incomodou, e nunca senti como pressão, mas sim algo positivo, no sentido de que podemos contar com muito apoio em todo o mundo”, disse Leclerc. “Quando você vê a enorme paixão em todos que viajam para nos acompanhar, às vezes vindo de muito longe para assistir a uma corrida de Fórmula 1, você já é obrigado a se sair bem.”

Seu colega, Carlos Sainz, que deu à Ferrari sua única vitória na temporada de 2023 (e também a única ‘não-Red Bull no ano), também é tão franco quanto seu companheiro de equipe: “Para mim, os fãs são sempre um apoio e não me causam qualquer pressão! A verdadeira pressão vem do próprio piloto. O piloto é a alma mais competitiva de todo o paddock, e se ele não faz algo bem, isso automaticamente cria pressão. Sempre temos a ideia de sermos os melhores, e quando percebemos que esse não é o caso, criamos a pressão por nós mesmos por esse motivo”, concluiu Sainz.