F1: Junto com 2012, Alonso avalia 2023 como um de seus melhores anos

Fernando Alonso, bicampeão mundial de Fórmula 1, teve um desempenho notável em 2023, subindo ao pódio oito vezes. Ele descreve esta temporada como uma das melhores de sua carreira, equiparando-a ao ano de 2012.

Desempenho Notável em 2023
“Estou feliz com o desempenho pessoal, acho que, junto com 2012, foi a melhor temporada para mim”, Alonso é citado pela Sky Sports. Curiosamente, o espanhol de 42 anos não se tornou campeão mundial em 2012 ou 2023, tendo alcançado esse feito pela última vez em 2005 e 2006. Ainda assim, ele chama esta temporada de “a melhor em termos de pilotagem”. “Eu estava feliz com tudo, estava motivado, em forma, estava me apresentando, como você disse, em condições difíceis às vezes, no Bahrein, Mônaco, Canadá, Monza e Brasil, que serão meus top quatro/cinco do ano”, disse Alonso, que terminou em terceiro lugar cinco vezes e em segundo três vezes este ano.

Menção Especial a Monza
É notável que o piloto da Aston Martin mencione Monza nesta lista. Alonso terminou em nono lugar no ‘Templo da Velocidade’. “Não foi um pódio, não foi nada que as pessoas vão se lembrar. Mas provavelmente tivemos o carro mais lento em Monza ou o segundo mais lento e estar nos pontos foi um daqueles fins de semana em que tudo estava muito bom.”

Futuro de Alonso na F1
Aos 42 anos, Alonso ainda não pensa em aposentadoria. Ele pretende continuar competindo enquanto sentir que tem desempenho para isso. Seu contrato atual expira após o próximo ano, mas ele indica que uma nova contratação parece ser uma possibilidade real.

“Se um dia eu me sentir lento, acho que será notável, e eu não ficarei feliz com meu desempenho, e serei o primeiro a levantar a mão e dizer que é hora de parar. Mas não acho que esse momento chegará, em termos de me sentir lento, tenho extrema autoconfiança em meu desempenho,” concluiu Alonso.