F1: “Infelizmente não foi como esperávamos”, diz Leclerc sobre corrida na Inglaterra

No GP da Inglaterra, a Ferrari conquistou apenas onze pontos, todos marcados por Carlos Sainz, que terminou em quinto lugar e fez a volta mais rápida da corrida. Charles Leclerc, que largou da 11ª posição, não teve uma estratégia vantajosa, e acabou cruzando a linha de chegada em P14, fora dos pontos. 

A equipe comentou sobre o desempenho em Silverstone, e agora seguirá em frente para o GP da Hungria. 

 

Carlos Sainz

“Foi uma performance muito sólida hoje e acho que maximizamos o resultado com o 5º lugar e a volta mais rápida. Executamos bem uma corrida difícil sob condições mistas e consegui diminuir a diferença para os carros à frente. Infelizmente, quando a pista secou, estávamos um pouco mais lentos e tivemos que nos contentar com o quinto lugar. Claramente, ainda precisamos dar um passo à frente para reduzir a diferença para nossos rivais. Agora temos um tempo para nos reagrupar e voltar mais fortes na Hungria.”

 

Charles Leclerc

“Tivemos um bom começo hoje, mas infelizmente a corrida não se desenvolveu como esperávamos do meu lado. A chuva aumentou a partir da volta 15 e pensamos que iria ficar mais forte, então paramos para os pneus intermediários. Pode ter sido uma escolha agressiva, mas parecia que poderia valer a pena naquele momento, considerando como o carro estava e nossa previsão meteorológica. Infelizmente, a chuva só ficou forte o suficiente para esses pneus algumas voltas depois e meus pneus já estavam gastos naquele ponto, então tivemos que fazer outra parada. Não deu certo e precisamos revisar nossa corrida para garantir que possamos maximizar todas as oportunidades daqui para frente.”

 

Fred Vasseur, Diretor da Equipe Scuderia Ferrari HP

“Não foi um fim de semana fácil, mas hoje Carlos fez uma corrida forte com um bom começo, rápido na chuva e sua posição final foi o melhor que ele poderia alcançar hoje, incluindo o ponto adicional pela volta mais rápida. Do lado do Charles, foi um pouco mais difícil, já que arriscamos e a estratégia não deu certo. Ele teve um ótimo início e avançou três lugares, mas perdeu algum tempo para ultrapassar Lance Stroll. Portanto, quando ambos os Mercedes saíram da pista na curva 1 sob chuva, concordamos em trazer o Charles para os intermediários, pois uma estratégia agressiva era a única maneira de tentar subir na classificação. Como vimos, não deu certo e provavelmente nos custou um P6. Este fim de semana aprendemos muito sobre o carro e demos um bom passo à frente, o que é encorajador para o restante da temporada. Agora precisamos construir sobre o que aprendemos e aplicá-lo nas próximas corridas. Todos na equipe, inclusive eu, estão ansiosos para conseguir bons resultados.”