F1: Honda analisa motor de Verstappen após falha no Canadá

Max Verstappen enfrentou problemas com o motor de seu RB20 durante o segundo treino livre para o GP do Canadá de Fórmula 1, sendo forçado a retornar a uma unidade de potência mais antiga. Christian Horner, chefe da Red Bull Racing, informou que a Honda está investigando a falha ocorrida.

O TL2 no Circuito Gilles Villeneuve terminou precocemente para Verstappen devido a problemas no motor. Inicialmente, houve confusão sobre se o piloto estava usando um motor novo ou antigo, mas a Red Bull confirmou posteriormente que se tratava de um motor novo. A falha foi atribuída ao MGU-H da nova unidade, o que levou à substituição preventiva por um motor mais antigo.

“Todo o equipamento foi enviado para o Japão. Lá, nossos colegas da Honda vão verificar tudo e elaborar um relatório, após o qual receberemos o feedback nas próximas semanas”, afirmou Horner. Portanto, ainda não se sabe se o motor novo de Verstappen poderá ser reutilizado. Caso a unidade não seja recuperável, Verstappen pode enfrentar uma penalização de grid em futuras corridas ainda na atual temporada.