F1: “Foi uma boa qualificação, suave e limpa”, disse Magnussen sobre a sexta-feira na Áustria

A Haas está com sentimentos mistos após a qualificação sprint do GP da Áustria. Enquanto Kevin Magnussen se classificou em P11 para o grid de sábado, Nico Hülkenberg ficou apenas com o P17. Confira o que os pilotos e o chefe da equipe disseram sobre o primeiro dia de pilotagem no circuito Red Bull Ring.

 

Nico Hülkenberg

“Foi muito apertado lá fora, é super apertado e você precisa desses milésimos a seu favor. Não foi uma ótima sessão, eu estava lutando para me sentir bem, encontrar o ritmo e a harmonia com o carro. Já sabia que estávamos sob pressão após a primeira volta e, infelizmente, não tivemos velocidade suficiente hoje. Quando se começa atrás e você está no tráfego com ar sujo, se estiver seco, suspeito que será difícil progredir. Precisamos de algumas condições mistas como no ano passado.”

 

Kevin Magnussen

“Foi uma boa classificação, suave e limpa, não tive tráfego! Saímos na pista primeiramente sem tráfego, mas também com a melhor evolução da pista, e sinto que pela primeira vez este ano – embora seja bem tarde – foi a primeira classificação totalmente limpa e bem executada, então temos que manter isso. A sensação do carro não foi perfeita, com o pneu médio parece que somos razoavelmente competitivos em uma volta, mas em uma corrida longa eu não sabia realmente, então veremos na Sprint amanhã como isso vai e com qual pneu correremos.”

 

Ayao Komatsu – Chefe da Equipe

“O destaque de hoje foi que Kevin fez um trabalho muito bom, colocando uma boa volta no SQ2, mas infelizmente perdeu o SQ3 por menos de cinco centésimos de segundo. Foi um esforço realmente bom, uma volta muito boa, e ele extraiu o máximo do carro, então estou muito feliz. Com Nico, parece que não conseguimos que ambos os pilotos tirassem o melhor do carro ao mesmo tempo, ele estava insatisfeito com o carro desde o FP1 e isso continuou. Ele não tinha confiança nas curvas de baixa velocidade, e quando você não tem isso, não consegue chegar perto do limite do carro, então é algo que precisamos trabalhar hoje à noite e amanhã para a Sprint. A coisa boa sobre um fim de semana de Sprint é que tudo o que aprendemos hoje à noite e amanhã, podemos mudar para a classificação. Isso não é apenas para Nico, há certas coisas que precisamos analisar também para o carro de Kevin. Estou muito feliz com o desempenho de Kevin, feliz pela equipe dele, mas com Nico há um pouco mais de trabalho a ser feito.”