F1: “Ferrari deve ‘manter a calma’ após desempenho decepcionante no GP da Espanha,” diz Vasseur

O chefe da Ferrari, Frederic Vasseur, pediu à equipe que mantenha a calma depois de um desempenho abaixo do esperado no Grande Prêmio da Espanha de F1, atribuindo os problemas às características do circuito de Barcelona.

A equipe italiana estava determinada a se recuperar do duplo abandono no GP do Canadá, apresentando um pacote de atualizações significativas no último fim de semana. No entanto, a Ferrari terminou a corrida em quinto e sexto lugares, com Charles Leclerc e Carlos Sainz. Vasseur acredita que o resultado se deveu a não otimizar o SF-24 em uma única volta e a margens estreitas.

“Desde Xangai, temos quatro equipes dentro de dois ou três décimos, Isso significa que a ordem está mudando por causa do layout da pista, do composto e da temperatura. Como o grupo está muito próximo, isso determina a classificação final,” disse Vasseur.

Vasseur ressaltou a importância da qualificação em circuitos onde é difícil ultrapassar: “Neste tipo de pista, que é bastante difícil ultrapassar, a classificação da quali quase define a ordem final da corrida. Se começarmos em P3, P4, a classificação final será diferente.”

O chefe da Ferrari nega que a equipe tenha caído para ser a quarta mais rápida, destacando a natureza da competição: “Ontem estávamos cinco milésimos atrás dos Mercs. Estavam 40 segundos atrás de nós em Mônaco. Antes de tirar qualquer conclusão, temos que manter a calma e levar evento por evento.”

Vasseur também minimizou a preocupação com o desempenho em pistas atípicas como Mônaco: “Se estamos ganhando em Cingapura, Baku, Mônaco, não é tão ruim. Acho que estivemos algumas vezes entre os quatro primeiros. Não há uma ordem clara na grade. Veremos na próxima semana. A imagem será completamente diferente, favorável a nós ou não, mas diferente.”

Vasseur destacou que a paisagem competitiva continuará a evoluir. “Nada é para sempre na F1 hoje. Não há uma ordem cristalina. Acho que há muito mais nas características do carro que se encaixam com a curva de alta velocidade ou com os componentes do que no potencial puro quando você tem quatro equipes em dois décimos,” concluiu.