F1: Equipes apresentam atualizações para o GP do Japão

À medida que o circo da Fórmula 1 desembarca no Japão para a quarta etapa da temporada de 2024, oito das dez equipes anunciaram atualizações significativas para seus carros, buscando uma vantagem competitiva no exigente Circuito de Suzuka. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) detalhou as mudanças que variam de novas entradas de refrigeração a modificações aerodinâmicas visando melhorar o desempenho.

A equipe da Red Bull Racing introduz um arranjo de entrada de refrigeração revisado no RB20, com uma entrada extra na parte superior frontal do sidepod, buscando melhorar o fluxo de ar. Acompanhando essa mudança, há modificações no assoalho visando aumentar a carga aerodinâmica sem prejudicar a estabilidade do fluxo de ar.

A Ferrari optou por uma abordagem cautelosa, preparando-se para a chuva prevista, com a possibilidade de um aerofólio traseiro de maior downforce. Além disso, alterações foram feitas na suspensão traseira para melhorar a aerodinâmica.

A Aston Martin trouxe a atualização mais significativa para Suzuka, com uma revisão completa do assoalho do carro, incluindo mudanças fundamentais nas cercas aerodinâmicas, bordas do assoalho e no próprio assoalho, acompanhadas por um novo difusor visando explorar ao máximo a nova geometria do assoalho.

A Alpine apresenta uma nova asa dianteira com elementos revisados e novos endplates, prometendo reduzir o arrasto mantendo a força descendente equivalente. Uma asa de feixe de plano único complementa a alteração, aumentando o trabalho no assoalho do carro.

A Williams e a RB também se concentraram em melhorar o controle do fluxo aerodinâmico ao redor das rodas e no assoalho do carro, respectivamente, enquanto a Sauber visa melhorar a estabilidade aerodinâmica com um novo corpo de assoalho e extensão das hastes nos inlets do túnel.

Mercedes e Haas optaram por não introduzir atualizações para este GP, um movimento que certamente será observado de perto dada a natureza competitiva do campeonato.

As equipes agora enfrentam o desafio de integrar e otimizar essas atualizações, esperando que suas inovações se traduzam em vantagem na pista neste fim de semana no GP do Japão, um circuito conhecido por suas exigências técnicas e alta velocidade.