F1: Drugovich destaca popularidade de Senna até os dias de hoje

O legado de Ayrton Senna permanece tão influente quanto sempre no Brasil (e ao redor do mundo), mesmo quase 30 anos após sua trágica morte em 1994. Para Felipe Drugovich, piloto de testes e reserva da Aston Martin na Fórmula 1, Senna é uma figura muito inspiradora, comparável à influência que Max Verstappen vem conquistando na Holanda.

Apesar de não ter visto Senna correr ao vivo, Drugovich ressalta que o impacto do tricampeão ainda é profundo. “Já assisti muitas de suas corridas e feitos. Senna para o Brasil é praticamente como Verstappen é para a Holanda, mas ainda em uma escala bem maior. Ele era o único herói que o país tinha, além de Pelé (que já estava aposentado do futebol), naquela época”, afirmou Drugovich.

Para o piloto brasileiro, a popularidade duradoura de Senna se deve à sua personalidade única, além do talento excepcional nas pistas. “Acredito que ele tinha algo que não se confundia com ninguém. Ele era simplesmente único, e a forma como tratava os fãs era muito legal, então acho que ele conquistou respeito por isso,” complementou Drugovich.

Essa conexão entre Senna e as gerações brasileiras é uma demonstração do poder duradouro do legado de um ícone que transcende o tempo, e continua a inspirar jovens talentos como Felipe Drugovich.

Além do Brasil, Senna ainda é fortemente cultuado ao redor do mundo todo, sendo que o Japão é um país onde a popularidade do tricampeão, pode ser considerada quase igual ao que é no Brasil, mesmo passado tanto tempo desde aquele fatídico 01 de maio de 1994.