F1: Domenicali esclarece futuro do GP em Barcelona depois do anúncio de Madrid

CEO da F1, Stefano Domenicalim fala sobre a permanência do circuito de Barcelona no calendário da Fórmula 1

O CEO da Fórmula 1, Stefano Domenicali, esclareceu se Barcelona permanecerá no calendário em meio a incertezas sobre seu futuro.

O campeonato anunciou uma nova corrida na Espanha, que acontecerá nas ruas de Madrid a partir de 2026 sob o nome de ‘Gran Premio De Espania’. Isso levantou questões sobre se a F1 continuará a correr no Circuito de Catalunya-Barcelona, que recebe corridas desde a temporada de 1991.

Domenicali afirma que isso não é necessariamente o fim da parceria com Barcelona, considerando a popularidade da F1 no país devido à forma de Fernando Alonso da Aston Martin e Carlos Sainz da Ferrari.

“Para evitar dúvidas e esclarecer aqui, o fato de estarmos em Madrid não exclui o fato de que poderíamos permanecer em Barcelona para o futuro”, disse Domenicali ao F1.com.

A Espanha já sediou duas corridas no passado, quando o Grande Prêmio da Europa foi realizado em Jerez em 1994 e 1997, e mais tarde em Valência entre 2008 e 2012.

O Circuito de Barcelona-Catalunya recentemente mudou sua configuração de volta para o layout mais antigo para melhorar as corridas. Domenicali diz que ainda haverá discussões sobre a possibilidade de ele continuar, já que os espaços são preciosos no calendário cada vez mais expansivo.

“Olhando para frente, há discussões em andamento para ver se podemos realmente estender nossa colaboração com Barcelona, com quem temos um relacionamento muito bom, para o futuro”, disse Domenicali.

A popularidade da F1 aumentou na Espanha no último ano, tendo tido uma audiência total de TV de 77 milhões ao longo da temporada, o que equivale a 3,5 milhões por corrida em média – um aumento de 84% ano a ano.