F1: Conheça o Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Imola, palco do GP da Emília-Romanha

O Grande Prêmio da Emília-Romanha de 2024 está programado para acontecer de 17 a 19 de maio no Autódromo Internacional Enzo e Dino Ferrari, comumente conhecido como Imola. Este circuito lendário, localizado no coração do Vale Motor da Itália, é celebrado por sua rica história e traçado desafiador.

Visão Geral do Circuito
Imola é uma pista de 4.909 quilômetros que desafia os pilotos com uma mistura de 19 curvas, incluindo 9 à esquerda e 10 à direita. O circuito é renomado por seções como Piratella e Acque Minerali, que exigem alta habilidade e precisão devido à sua natureza complexa e variação de elevação. A curva Rivazza, uma das últimas do circuito, é particularmente crucial para configurar um bom tempo de volta. A configuração da pista incentiva corridas apertadas e oferece pouca margem para erro, tornando-a uma favorita entre muitos pilotos.

Imola também é conhecida por suas curvas emblemáticas como Tamburello e Rivazza, além de outras partes técnicas como a chicane Variante Alta. A pista tem um total de 19 curvas, distribuídas em uma combinação de 9 curvas à esquerda e 10 à direita, e mede 4.909 quilômetros de extensão. É famosa por seu ambiente “old-school”, com poucas áreas de escape e margens estreitas para erro, o que frequentemente resulta em corridas emocionantes e imprevisíveis.

Momentos Históricos: Imola tem sido palco de numerosos eventos memoráveis na Fórmula 1:

Ayrton Senna e Alain Prost: A rivalidade entre Senna e Prost teve vários capítulos em Imola, incluindo corridas intensas nos anos 80 e início dos anos 90. Ayrton Senna conquistou três vitórias em Imola (1988, 1989 e 1991).

Michael Schumacher: Schumacher tem um histórico notável em Imola, onde conquistou sete vitórias, destacando a habilidade do piloto alemão em dominar um circuito tão técnico.

O acidente fatal de Ayrton Senna em 1994: Um dos momentos mais sombrios na história da Fórmula 1 ocorreu em Imola, quando Ayrton Senna sofreu um acidente fatal durante o Grande Prêmio de San Marino em 1994. Esse trágico evento levou a melhorias significativas em medidas de segurança na F1.

Retorno após renovação: Após um período fora do calendário principal da F1, Imola foi reintegrada em 2020, demonstrando a capacidade do circuito de continuar a ser relevante e desafiador para as modernas configurações de carros de F1.