F1: Chefe da Red Bull admite que “fechei os olhos” em momentos do GP de Las Vegas

Christian Horner admitiu que não conseguiu assistir por completo o GP de Las Vegas da F1. Para o chefe da Red Bull, a prova, que garantiu pódio duplo para a equipe, ficou animada até demais em determinados momentos, o que trouxe algum nervosismo.

A prova estreante em Nevada trouxe mais um grande domínio do time austríaco. Não apenas conseguiram a 20ª vitória da temporada e a 53ª da carreira de Max Verstappen, mas também fecharam o vice-campeonato com Sergio Pérez.

Então, questionado como Las Vegas pode se comparar a outras pistas de rua como Mônaco, Baku e Singapura, Horner reconheceu que está entre as melhores pistas do calendário. “Acho que está lá em cima”, falou em entrevista ao Sky Sports.

“São retas longas e rápidas, muito vácuo, grandes zonas de frenagem. Você pode ver na última reta que há algumas tentativas de ultrapassagem. Acho que o layout do circuito realmente entregou ”, continuou.

“O asfalto também estava bastante escorregadio. Você via os pilotos realmente trabalhando hoje. Fechei meus olhos em alguns momentos, particularmente na relargada com pneus frios, estava realmente desconfiado”, concluiu.