F1: Chefe da Haas fala em postura direta com pilotos: “Sem besteiras”

A Haas vai entrar em uma nova fase na temporada 2024 da F1. Após anos no comando do time, Günther Steiner foi demitido e quem assume o papel é Ayao Komatsu, que já tem planos para encarar esse novo desafio.

O dirigente italiano estava como chefe da equipe estadunidense desde sua entrada no grid, em 2016. Após ter me 2018 sua melhor campanha, quando terminou na quinta posição, amargou as colocações do fundo do pelotão – no ano passado, encerrou em última no Mundial de Pilotos.

Portanto, a reformulação interna visa correr atrás do prejuízo e ir em busca de melhores resultados. Quanto ao seu método de trabalho para essa nova função, o japonês já deixou claro que não poupa palavras ao falar com seus pilotos.

“Os dois [Kevin Magnussen e Nico Hülkenberg] sabem que sou direto, digo o que penso. Não sendo agressivo ou qualquer coisa, mas sem besteiras, apenas não temos tempo a perder”, explicou o dirigente.

“Sabem exatamente onde estou, onde eles estão, e trabalhamos bem juntos. Em termos de forças e fraquezas, entendemos uns aos outros muito bem. Temos um diálogo aberto e bastante transparente, então, estou feliz com isso”, pontuou.