F1: CEO da McLaren não descarta oitavo título de Hamilton em 2024

Com a nova temporada da Fórmula 1 cada vez mais próxima, o clima de expectativa não poderia ser mais quente. Entre as equipes que sonham em destronar a Red Bull do topo do pódio, a McLaren aparece como uma candidata séria, mas o CEO do time britânico, Zak Brown, ressalta que a briga pelo título promete ser intensa e com várias surpresas potenciais.

Em entrevista ao Speedcafe KTM Summer Grill, Brown destacou a evolução da McLaren e a incerteza sobre o desenvolvimento do novo crro da Red Bull. “O que vemos no túnel de vento e no CFD no momento nos anima, sentimos que vamos dar um passo à frente. Mas a grande incógnita é a Red Bull. Quando eles suspenderam o desenvolvimento do carro de 2023 para focar em 2024? A resposta provavelmente é, bem no início do ano passado. Então, só ficaremos sabendo da magia de Adrian Newey quando o carro de 2024 sair do forno.”

Mas a Red Bull não é a única preocupação para Brown. O CEO da McLaren reconhece o potencial de Mercedes e Ferrari: “Ao mesmo tempo, Mercedes e Ferrari têm tudo o que precisam e são grandes equipes. Eu não ficaria surpreso se de repente a Mercedes estivesse de volta e Lewis Hamilton conquistasse seu oitavo título. É muito difícil e competitivo agora. Acho que não dá para descartar ninguém”, disse ele.

Ao contrário do domínio da Red Bull em 2023, a temporada de 2024 promete uma disputa mais acirrada no top de grid. Com McLaren, Mercedes e Ferrari investindo forte e a incógnita do desenvolvimento da Red Bull, Hamilton e cia. podem surpreender e desafiar o atual campeão Max Verstappen.