F1: Bottas diz que só voltaria para Mercedes em um contrato longo

Enquanto alguns rumores sobre um possível retorno de Valtteri Bottas para a Mercedes na temporada 2025 da Fórmula 1 continuam circulando, o atual piloto da Sauber reiterou que essa teoria não faria sentido para ele.

Com a ida de Lewis Hamilton para a Ferrari na próxima temporada, a Mercedes tem uma vaga a ser preenchida, o que colocou o nome de Bottas em pauta.

No entanto, Bottas já minimizou essa possibilidade. Em entrevista ao PlanetF1.com, ele declarou que a Mercedes precisaria oferecer um contrato de vários anos para que ele considerasse um retorno, já que seu futuro a longo prazo na Sauber, que se tornará Audi a partir de 2026, parece bastante incerto.

Questionado se teria interesse em voltar para a Mercedes, Bottas respondeu: “Somente se fosse muito mais do que um contrato de um ano. Se fosse um contrato de um ano, então não faria sentido para mim. Mas para algo de longo prazo, claro que poderia haver uma conversa.”

O mercado de pilotos da F1 para 2025 segue movimentado. Pilotos como Sergio Perez e Alex Albon renovaram com Red Bull e Williams, respectivamente, enquanto Nico Hulkenberg está a caminho da Sauber.

Bottas identificou Carlos Sainz, o piloto que Hamilton substituirá na Ferrari, como a peça-chave do mercado que precisa se encaixar. Williams e Sauber são as opções que aparentemente restam para Sainz.

“Depende muito do que Sainz fizer”, afirmou Bottas. “Então muitas peças vão se encaixar no mercado de pilotos. É isso que as equipes estão esperando e é por isso que elas não tomaram nenhuma decisão.”

Bottas acredita que algumas coisas devem começar a ser resolvidas talvez ainda esta semana, com a preparação para o GP da Espanha. “Eu mesmo terei mais informações. Será interessante ver se haverá uma mudança de endereço ou não”, encerrou o piloto finlandês.