F1: Aston Martin satisfeita com os dois carros no top 10

A Aston Martin teve um desempenho bem mais forte no GP da Inglaterra de Fórmula 1, do que vinha apresentando anteriormente em 2024. Lance Stroll terminou a corrida em casa da equipe em P7, seguido por Fernando Alonso em P8.

Mike Krack, chefe da equipe: “Dez pontos importantes na nossa corrida em casa, com ambos os carros entre os oito primeiros. Lance e Fernando não erraram, lidando bem com algumas pancadas de chuva que criaram condições de pista muito complicadas esta tarde. Otimizamos a estratégia hoje com a nossa decisão de manter dois conjuntos de pneus médios novos, provando ser a correta. A equipe e os pilotos trabalharam arduamente para melhorar o carro recentemente e este resultado mostra que nossos esforços estão caminhando na direção certa. Um grande obrigado a todos na equipe pelo seu trabalho árduo durante essa rodada tripla, e obrigado aos fãs e aos nossos parceiros de equipe pelo apoio durante esta movimentada semana de corrida em casa”, concluiu.

Stroll: “Foi uma corrida complicada hoje, mas administramos bem e conquistamos muitos pontos para a equipe. Tive uma boa largada e tirei Nico (Hulkenberg) da linha. Depois a chuva começou e paramos para colocar pneus intermediários. É sempre um desafio avaliar quanto tempo se consegue sobreviver no piso seco, não se quer deixar para tarde demais e acabar na barreira de proteção, e acho que tomamos bem essa decisão. É bom terminar esta rodada tripla com um fim de semana mais competitivo. É um grande avanço para a equipe e vamos tentar levar esse impulso para a Hungria”, acrescentou.

Alonso: “Foi um bom resultado para nós hoje, com ambos os carros marcando pontos entre os dez primeiros. Me senti mais competitivo este fim de semana e parecia que estávamos na nossa posição natural, o que é mais encorajador do que nas últimas corridas. Foi uma corrida difícil de entender, com dúvidas sobre a colocação de pneus de chuva ou de seco em determinados pontos da corrida. Acho que esperamos uma volta tarde demais para mudar para os intermediários, mas é preciso um pouco de sorte com essas decisões. Cabe a nós continuar melhorando e encontrar mais desempenho no carro nas próximas corridas”, finalizou o piloto espanhol.