F1: “Antes era mais heroico”, afirmou Alonso sobre a natureza mais desafiadora da F1 no início de sua carreira

Fernando Alonso é um dos pilotos mais notáveis da Fórmula 1. Com 42 anos e 388 corridas na F1, Alonso já competiu pela Minardi, Renault, McLaren, Ferrari, Alpine e Aston Martin. O piloto espanhol tem dois títulos mundiais na conta, 32 vitórias e 106 aparições em pódios ao longo da carreira. 

“Lembro-me de quando cheguei à Fórmula 1 há 20 anos, o engenheiro não conseguia me explicar nada sobre o carro”, disse ele, relembrando do início da sua carreira. “Não tínhamos simuladores, então cada pista para a qual eu ia, eu tinha que aprendê-la no dia anterior, caminhando por ela. Agora, os pilotos estão muito bem preparados, eles têm de 200 a 300 voltas em um circuito que vão correr, então conhecem perfeitamente cada ondulação, cada curva, cada zebrado”, explicou Alonso. 

O bicampeão acredita que desde que entrou na F1, o esporte mudou e que hoje é mais fácil ser um piloto de Fórmula 1. “É, de certa forma, mais fácil para os pilotos desta geração pilotarem os carros de Fórmula 1. Antes era mais heroico. É um sentimento estranho, não triste, mas lembro-me quando fiz minha estreia e participei de um evento, vi esse respeito em relação a mim e eu era um daqueles heróis que pilotava esses carros super rápidos”.