F1: Alpine enfrenta qualificação “complicada” no GP da Inglaterra

A Alpine enfrentou desafios significativos durante a qualificação. Esteban Ocon ficou em 18º lugar e Pierre Gasly em apenas P20. Devido a inúmeras trocas de componentes em seu carro, Gasly irá largar do pitlane na corrida do GP da Inglaterra.

Após o término da qualificação, os pilotos e o chefe da equipe compartilharam seus sentimentos sobre o desempenho do carro.

 

Esteban Ocon

“Foi uma sessão complicada com a pista secando e a interrupção pela bandeira vermelha, mas, no final, não otimizamos nossa qualificação hoje. Não tomamos as decisões certas no momento certo e parecíamos deslocados em relação aos outros, não empurrando quando a pista provavelmente estava no seu melhor. Depois houve alguma confusão no final, onde eu pensei que tínhamos mais uma volta rápida e me disseram para abortar a volta. No final, é um dia frustrante que não maximizamos e que precisamos revisar. Será uma corrida difícil amanhã, dada nossa posição de largada. Vamos fazer o nosso melhor para avançar, especialmente se o tempo permanecer como está, com condições variáveis.”

 

Pierre Gasly

“Sabíamos desde o início do fim de semana que íamos largar a corrida da P20, pois tínhamos que levar uma penalidade eventualmente e é bom que a tenhamos superado. Não foi uma sessão muito emocionante para mim – fiz uma única volta com pneus macios e, com as condições da pista melhorando, não queríamos correr riscos hoje. Para mim, o fim de semana vai começar amanhã, vamos atacar onde pudermos e esperamos poder lutar de volta para o top dez e continuar nossa boa sequência nas últimas corridas. Mas também sabemos que as condições aqui são muito complicadas e vimos o quão fácil é sair da pista aqui. Ao mesmo tempo, essas condições podem tornar a corrida de amanhã bastante interessante e podem nos ajudar a lutar de volta e ganhar posições.”

 

Bruno Famin – Chefe da Equipe

“Não fomos bem hoje do ponto de vista operacional. Com as condições variáveis, era crucial empurrar e fazer um tempo quando a pista estava no seu melhor, e perdemos a janela ótima. Sabíamos que com Pierre havia pouco a ganhar hoje com as penalidades no grid para amanhã, então não assumimos riscos desnecessários. Para Esteban, o tempo foi apertado no final para a bandeira quadriculada, e perdemos a oportunidade de melhorar seu tempo. Vamos revisar o que aconteceu e tentar evitar que cenários semelhantes ocorram no futuro. Será uma corrida longa amanhã e vamos revisar a melhor forma de abordar a corrida a partir de nossa posição de largada e nos dar uma chance de progredir pelo campo.”