F1: Alonso revela ajuda e diz que Stroll tem “extrema má sorte” durante 2023

Fernando Alonso tem feito o possível para ajudar Lance Stroll na fase final da temporada 2023 da F1. O bicampeão saiu em defesa do companheiro de equipe e trabalhado de perto com o colega para vê-lo dar a volta por cima após série de maus resultados.

O ano tem sido para lá de especial para o espanhol, que subiu seis vezes nas primeiras oito corridas e ainda tem uma pequena chance de terminar como vice-campeão. Enquanto isso, o canadense não conseguiu pontuar desde o retorno das férias – seu melhor resultado foi uma quarta colocação na Austrália.

Acontece que após efeitos colaterais das grandes atualizações levadas no Canadá, a Aston Martin tem sofrido para recuperar o desempenho do início do ano. E apesar da performance do time inglês, Stroll está a 136 pontos do companheiro duas vezes campeão.

“Todos nós estamos ajudando ele. Estou tentando meu máximo também. Minha parte, se encontro algo com que me sinto mais confortável, obviamente estou ouvindo todos os debriefs porque estamos juntos na mesma sala”, explicou.

“Qualquer que seja a dificuldade que está expressando, tento me lembrar o que pode ter me ajudado no passado ou no ajuste ou no que for. Estamos trabalhando muito próximos para encontrar o caminho certo para a equipe e tentar somar pontos com ambos os carros. Acredito que ele tenha extrema má sorte em algumas situações”, completou.