F1: Alonso minimiza Hamilton na Ferrari: “Não era seu sonho de infância”

Fernando Alonso não tem muito o que comentar sobre a ida de Lewis Hamilton à Ferrari em 2025. Aos olhos do espanhol, a ida foi surpreendente, mas não acredita que correr no time italiano fosse o sonho do heptacampeão.

O mundo da F1 foi pego de surpresa com a notícia da mudança. A partir da temporada 2025, o britânico se despede da Mercedes, onde conseguiu seis títulos, para assumir a vaga ao lado de Charles Leclerc em um acordo plurianual.

Alonso soube de toda a situação com um pouco de atraso, já que estava treinando no dia do anúncio e, portanto, “perdi todo o estresse de todos”.

“Não sei, provavelmente foi uma surpresa, mas não por conta da mudança em si. Foi porque, do lado de fora, parecia que estava bastante ligado com a Mercedes e era muito leal a eles e coisas assim”, explicou o bicampeão.

Quando o assunto é Ferrari, Fernando sabe muito bem o sistema dentro do time. Então, sobre qualquer conselho a Hamilton, foi direto “Não sei. Não era o sonho de infância dele há 12 meses, ou há dois meses, eu acho, porque era um sonho diferente. Então, nada a comentar. Espero que ele goste da experiência. Acho que é uma equipe muito especial. É mais especial quando você vence e é isso. Você precisa vencer.”

“Já há alguns anos eles têm um carro muito rápido e estavam lutando por grandes coisas. Talvez Lewis possa trazer esse extra para lutar pelo campeonato porque acho que, como disse, o carro está lá. No final do ano passado, mesmo com um carro da Red Bull muito dominante, a Ferrari ainda foi capaz de igualar o tempo de volta e ser mais rápida na maior parte da classificação. Então, acho que o carro deve ser rápido o suficiente”, concluiu.