Suzuki diz ter “prendido a respiração e ido” para conseguir primeira fila na Stock Car

Rafael Suzuki teve uma classificação para lá de positiva na Super Final da Stock Car em Interlagos. Na tomada de tempos deste sábado (16), conseguiu fazer tempo suficiente para conseguir a segunda posição e, portanto, largar da primeira fila no domingo.

A decisão do campeonato tem nada menos que sete nomes como postulantes ao caneco. O titular da Pole Motorsport, que ocupa a quinta posição da tabela de pontos, mostrou estar com bom desempenho para a rodada dupla que encerra o calendário, já que foi um dos únicos três finalistas a conseguir passar para o Q3 nesta tarde.

Portanto, o resultado foi bastante exaltado. “Foi muito bom, muito feliz em largar da primeira fila. Hoje demos o máximo, prendi a respiração e fui, equipe também fez um baita trabalho do treino para a classificação. Na Stock é tudo no detalhe, uma hora você está um pouco mau, uma hora está um pouquinho para frente, então, estou feliz que encontramos o caminho”, contou ao F1Mania.net.

“E agora vou tentar brigar pela vitória, tentar fazer o máximo de pontos e não quero ficar fazendo contas, não sou eu quem tem de fazer isso. Claro que o Gabriel está muito bem, não chegou nessa posição agora, então, tomara que tenhamos um ótimo desfecho de ano”, completou.

E sendo um dos mais experientes do pelotão, a temporada 2023 é a primeira vez que Rafael está na briga pelo título na última corrida. Como está sendo a experiência? “Estou curtindo o momento, todos os outros já haviam chegado mais de uma vez, então, sou o novato da história após muitos anos de Stock consegui virar essa chave nesse primeiro ano com a Pole Motorsport”, contou.

“Nossa, eu vou ficar feliz de ver os amigos, família, patrocinadores amanhã chegando aqui com o rosto nos banners e largando ainda da primeira fila, então, vamos lá. Metade do caminho, amanhã que vale e agora é trabalhar e pensar na corrida”, encerrou.