Branch vence primeira especial do Dakar nas motos

Ross Branch venceu neste sábado (6) a primeira especial da 46ª edição do Dakar, mais importante rali do planeta. O piloto da Hero e representante de Botswana completou os 405 quilômetros entre as cidades de Al Ula e Al Henakiyah, na Arábia Saudita, em 4h56min01s, sendo o melhor entre os competidores das motos.

A segunda posição acabou nas mãos de Ricky Brabec, piloto da Honda que terminou 10min54s atrasado em relação ao vencedor da especial. Mason Klein, com uma Kove, completou o percurso com o terceiro melhor tempo, ficando à frente de Bradley Cox, quarto com uma KTM. O grupo dos cinco melhores foi completado por Nacho Cornejo Florimo, com uma Honda.

Romain Dumontier, com uma moto da Husqvarna, finalizou a especial com o sexto melhor tempo, acabando à frente de Lorenzo Santolino, sétimo com uma Sherco. Kevin Benavides, da equipe oficial da KTM, fechou o estágio em oitavo, terminando à frente de Daniel Sanders, nono com uma GasGas.Martin Michek, com uma KTM, foi o décimo.

A prova contou com dois abandonos logo na especial que abriu a edição deste ano do Dakar. Tosha Schareina, piloto da Honda que venceu o prólogo na sexta-feira, caiu no trecho de pedras e abandonou a disputa. O mesmo ocorreu com Joaquim Rodrigues, português que disputava a mais importante prova fora de estrada do planeta pela Hero.

O Dakar segue neste domingo com a disputa da segunda especial da 46ª edição do maior rali do planeta. Serão 431 quilômetros entre Al Henakiyah e Al Duwadimi.