MotoGP: Márquez visa ser competitivo novamente em recomeço com Ducati

O primeiro dia de atividades do GP do Catar trouxe como um os seus principais personagens Marc Márquez. O piloto, que estreia pela Ducati neste fim de semana na Gresini ao lado de seu irmão Álex Márquez, diz que não tem expectativas para a temporada 2024.

“Meu objetivo é tentar me sentir competitivo novamente, então sorrirei e terei a motivação para forçar e continuar”, disse Márquez.

“A expectativa é super alta, mas sei o que passei nos últimos quatro anos. Preciso de tempo. Sem pressa. Não viso vencer desde o início porque seria um grande erro. E agora chego a um fabricante onde há dois ou três caras, principalmente Pecco, Martin e Bastianini, que estão pilotando essa moto super rápido, super bem. Preciso aprender com eles e me adaptar.”

“Não podemos esquecer que cada atleta tem o seu momento e depois começa a cair. Então você precisa trabalhar cada vez mais para se manter plano.

“Chegam jovens, como o Fabio Quartararo no primeiro ano, agora o Pedro Acosta, o Pecco, o Martin que estão rodando mais rápido. Então preciso aprender com os pilotos mais jovens e tentar manter esse nível o maior tempo possível.”

Questionado sobre se ele acha que sua inevitável queda de desempenho já pode ter começado, Márquez respondeu: “eu vou entender este ano. No ano passado estava sofrendo, mas mesmo assim fui a primeira Honda. Durante sete anos ganhei seis campeonatos e em um ano fiquei em terceiro.”

“2020 mudou minha vida. Desde então, tem sido um pesadelo. Quatro anos muito difíceis. E agora pretendo responder muitas perguntas para mim mesmo.

“Por esse motivo preciso de tempo. Não preciso responder a todas as perguntas na primeira corrida. Preciso ir passo a passo. Como fiz na pré-temporada. Alguns dias terminei em 14º e não entrei em pânico.”

“O que eu quero fazer é me sentir competitivo novamente. Mas isso não significa vencer o campeonato, significa lutar pelas 5-6 primeiras posições. É isso que eu quero, mas não imediatamente na primeira corrida. Você não pode construir uma casa começando de cima.”