MotoGP: Dorna mira em fazer duas corridas por ano nos Estados Unidos

A MotoGP confessou que pretende no futuro adicionar mais corridas nos Estados Unidos. A fala é de Carlos Ezpeleta, diretor esportivo da Dorna – promotora e organizadora do campeonato mundial.

Em virtude da chegada da equipe Trackhouse como time satélite da Aprilia para o ano que vem, substituindo a RNF, o organizador enxerga um bom momento.

“Obviamente que lamento ter de me despedir da RNF mas, como bem sabemos, houve dificuldades financeiras”, disse Ezpeleta.

“Ao mesmo tempo, porém, damos as boas-vindas a uma nova equipe, muito diferente da anterior. Queremos tentar entender como crescer nos Estados Unidos. Quando Dan Rossomondo (novo diretor comercial da MotoGP, ex-NBA) chegou à Dorna, enfrentamos uma nova dinâmica, e agora também chegou a equipe Trackhouse”.

“A América é um mercado importante para a Dorna, assim como para os fabricantes. Os americanos devem ter contato com as motos e esta deve ser a nossa missão, porque não basta passar uma vez por ano em Austin e depois desaparecer. Vemos o que fez a Fórmula 1, por exemplo, e acho que é o caminho certo. Nos últimos anos, o campeonato mundial teve muitos vencedores americanos e, na minha opinião, podemos redescobrir esses valores.”

“Estamos a pensando e avaliando. Gostaríamos de ter duas corridas por ano, para atrair mais fãs, mas sem ser em dois finais de semana seguidos. Acho que duas corridas nos Estados Unidos seriam ótimas. O problema é que, no momento, só temos Austin como circuito disponível.”