Binder vê KTM ainda atrás da Ducati: “eles têm performance no bolso”

Mesmo chegando em segundo tanto na Sprint quanto na corrida do GP do Catar do último final de semana, Brad Binder não acha que sua KTM esteja melhor que as Ducatis frente ao ano passado. Para ele, as motos italianas, que estiveram em seis das sete primeiras posições no GP em Lusail ainda estão muito na frente.

“Acho que estamos igual ao ano passado”, iniciou.

“Estamos muito próximos, mas não mostramos que podemos superar a Ducati.”

“Estou dando 100% o tempo todo e sinto que eles têm alguns por cento no bolso quando querem usá-lo. Estou esperando que esta última ajuda chegue.”

“Queimei bastante o pneu traseiro na Sprint, e quando se dobra a distância é preciso ser mais esperto.”

“O objetivo era usar menos acelerador e mais freio e tentar não queimar o pneu de novo. Conseguimos.”