Indy 500: Palou garante pole position com maior média de velocidade da história

Álex Palou conquistou neste domingo (21) a pole position para as 500 Milhas de Indianápolis, mais importante corrida do calendário da Indy. No Fast Six da classificação realizada no Indianapolis Motor Speedway, o piloto da Chip Ganassi registrou uma média de 234.217 milhas horárias, cravando a sequência de quatro voltas mais rápida da história do oval de 2,5 milhas.

A primeira fila ainda contará com Rinus VeeKay, piloto da Carpenter que chegou a ameaçar a pole position de Palou, mas terminou com uma média horária apenas 0.006 milhas abaixo em relação ao espanhol. Felix Rosenqvist, piloto da McLaren que liderou o sábado e o Fast 12, vai largar da terceira colocação depois de também ficar próximo da média da pole.

Santino Ferrucci, com um carro preparado pela AJ Foyt, abrirá a segunda fila do grid de largada partindo da quarta colocação. Pato O’Ward, da McLaren, vai largar do quinto lugar, enquanto Scott Dixon, com outro carro da Chip Ganassi, completa a lista dos seis melhores no grid, fechando a segunda fila no Indianapolis Motor Speedway.

As atividades da Indy em Indianápolis seguem nesta segunda-feira, quando os 33 pilotos classificados terão mais seis horas de pista livre. As 500 Milhas de Indianápolis serão disputadas no próximo domingo.

Confira como foi o Fast Six

O Fast Six começou com Pato O’Ward abrindo os trabalhos na pista, mas sem conseguir nenhuma volta acima das 234 milhas horárias. Desta forma, o piloto da McLaren fechou sua sequência com uma média de 233.158 milhas. Scott Dixon foi o segundo a partir para a pista, e apesar de marcar 234.184 no primeiro giro, perdeu desempenho, fechando a sessão com uma média de 233s151 mph.

Álex Palou foi o terceiro a partir para a pista, que marcou sua primeira volta a 235.131 milhas horárias. A média ao final das quatro voltas foi de 234.217 mph, recorde em sequência de voltas da história de Indianápolis. Rinus VeeKay deu sequência a classificação, que começou a atividade com um giro acima das 235 mph, mas viu a média ser de 234.211, ficando no segundo lugar.

Santino Ferrucci foi o penúltimo piloto a visitar a pista, mas sem conseguir andar na casa das 235 milhas horárias na primeira volta, o piloto da Foyt fechou sua sequência com uma média de 233.661 milhas. Felix Rosenqvist foi o responsável por fechar a classificação, marcando as duas primeiras voltas na casa de 234 milhas, completando a sequência com uma média de 234.114, terceira média. Assim, Palou garantiu a pole position.