Suzuka renova com a F1 e confirma GP do Japão até 2029

Acordo renova a tradição do GP japonês, alinhando o esporte a uma agenda mais sustentável e racionalizada

A Formula 1 confirmou que o Grande Prêmio do Japão continuará sendo realizado em Suzuka até a temporada de 2029.

Desde sua primeira visita a Suzuka em 1987, o circuito só não sediou o GP do Japão em quatro ocasiões: em 2007 e 2008, quando o evento foi realizado no Fuji Speedway, e em 2020 e 2021, devido à pandemia.

Este ano, o Grande Prêmio do Japão será antecipado para a primavera, como a quarta rodada do campeonato, refletindo a ambição de longo prazo da F1 de regionalizar seu calendário.

O contrato de Suzuka, que expiraria no final de 2024, foi renovado por mais cinco anos na sexta-feira, garantindo a permanência do evento no icônico circuito.

Stefano Domenicali, CEO da Formula 1, expressou sua satisfação: “Suzuka é um circuito especial e parte do tecido do esporte, então estou encantado que a F1 continuará a correr lá até pelo menos 2029.”

Ele também agradeceu à equipe da Honda MobilityLand pelo apoio à racionalização do calendário, visando tornar o esporte mais sustentável.

Tsuyoshi Saito, presidente da Honda Mobilityland, destacou a importância de continuar a hospedar o GP japonês em Suzuka a partir de 2025, visando criar um futuro sustentável e preparando-se para receber muitos fãs na primavera de 2024.

A renovação do contrato é uma promessa de continuar trabalhando em conjunto com as comunidades locais e agências governamentais, incluindo a Prefeitura de Mie e a cidade de Suzuka, para manter Suzuka querido pelos fãs globais e contribuir para a prosperidade da cultura de motorsports e desenvolvimento industrial.