Red Bull e AlphaTauri na mira: Zak Brown da McLaren pede mudanças

Colaboração intensa entre as equipes irmãs preocupa outros times da F1

AlphaTauri está fortalecendo laços com a equipe irmã Red Bull Racing, buscando melhorar seus resultados na F1 de 2023. Os italianos terão mais pessoas trabalhando na fábrica próxima à de Red Bull em Milton Keynes, facilitando a troca de ideias, e também utilizarão o número máximo de peças adotáveis. Esse movimento tem levantado sobrancelhas entre as equipes rivais há algum tempo.

Zak Brown, CEO da McLaren, é um dos que expressam preocupação com a crescente parceria interna entre AlphaTauri e Red Bull Racing. Em um evento de imprensa para o lançamento da nova pintura dos carros da McLaren, ele novamente manifestou suas inquietações. Brown acredita que a justiça no esporte estará sob pressão se a AlphaTauri puder usar sem problemas a expertise e os recursos da Red Bull Racing, já que ambas as equipes têm o mesmo proprietário.

Brown observa mudanças nos tempos da Fórmula 1. Ele menciona que tais colaborações estreitas entre as equipes de Fórmula 1 foram acordadas no passado. Isso ocorreu quando havia uma grande diferença nos orçamentos; com as equipes de ponta muito ricas e as menores precisando de cada dólar para sobreviver. Após a introdução do teto orçamentário, o CEO da McLaren diz que o campo de jogo está nivelado para todos, e todas as equipes têm a capacidade de projetar e produzir todas as peças por si mesmas. Dessa forma, a Fórmula 1 é verdadeiramente um campeonato de construtores.

Brown pede à FIA e aos outros chefes de equipe da F1 que façam mudanças nas regras o mais rápido possível: “Então eu acho que todos estão jogando com o mesmo tamanho de taco, para usar um termo do beisebol, e, portanto, isso não é necessário. Mas isso pode dar a alguém uma vantagem injusta, e eu acho que isso é algo que precisamos enfrentar rapidamente com o esporte”, disse Brown, segundo o Motorsport.com.