Presidente da Ferrari comenta futuro da F1 após domínio da Red Bull em 2023

John Elkann, presidente da Ferrari, em entrevista à BBC, expressou sua visão sobre o domínio da Red Bull Racing na temporada 2023 da Fórmula 1 e suas implicações para o futuro do esporte. Com a Red Bull tendo dominado quase todas as corridas do ano, com exceção de Singapura, Elkann reconhece que, embora esse domínio seja um sinal de excelência, também traz desafios para as outras equipes.

Max Verstappen, da Red Bull, venceu 16 das últimas 17 corridas e já garantiu vários recordes importantes nesta temporada. Elkann destaca que as equipes terão que trabalhar arduamente neste inverno se quiserem ter uma chance no próximo ano. “Se eles dominam, significa que são realmente bons e isso é positivo porque o esporte aspira realmente a impulsionar para obter o melhor e é nisso que nos esforçamos e aspiramos. Se não houver ninguém capaz de acompanhar, isso não é bom”, disse ele.

Elkann também abordou a questão da sustentabilidade na F1, um movimento atual importante em termos de evolução tecnológica e importância de ser carbono neutro. Ele enfatizou a importância de ter clareza nas regras e aplicações, referindo-se a situações controversas como o final do campeonato de 2021 e penalidades enfrentadas pelas equipes, como as ocorridas em Las Vegas. “Do ponto de vista regulatório, em termos de regras e aplicações e o que vimos com os tetos orçamentários, essas são áreas onde você gostaria de ter mais clareza”, afirmou Elkann.