O’Ward se considera pronto para os desafios da F1

O piloto mexicano Pato O’Ward, foi bem em seus testes na pré-temporada em 2023 com a McLaren e sonha em um dia competir na Fórmula 1.

A principal responsabilidade de O’Ward é ser piloto da equipe Arrow McLaren na IndyCar, mas ele tem se familiarizado cada vez mais com as operações da McLaren na F1 nos últimos dois anos.

O mexicano pilotou pela primeira vez na F1, ao vencer uma aposta com o chefe da equipe, Zak Brown de que poderia vencer sua primeira corrida na Indy em 2021, e seus vários testes e participações em TL1s desde então, mostraram que ele tem as habilidades necessárias para a F1.

Depois de completar seu último teste com o MCL60 durante um teste de pós-temporada em Abu Dhabi, o jovem de 24 anos descreveu como teve que trabalhar fora de sua zona de conforto para ganhar seu papel como o mais novo piloto reserva da McLaren para a temporada 2024.

“Esse é um esporte competitivo”, disse O’Ward. “Pela minha experiência, se você quer ser campeão, você precisa estar desconfortável. Você precisa se colocar nessas posições desconfortáveis para crescer. Para mim, a F1 era muito desconfortável alguns anos atrás. É muito novo, muito diferente, há muitos olhos. Leva algum tempo para se acostumar.”

“Não é um interruptor de luz onde você pode dizer: ‘Estou ligado agora, e estou bem’. Demanda muito trabalho, muitos ajustes finos e às vezes pode ser muito frustrante. Eu tive uma boa jornada até agora na minha carreira, e tive que trabalhar muito para chegar onde estou. Para mim, é um bom desafio de aceitar (a F1). Se acontecer, fantástico! Eu sei que sou bom o suficiente para estar aqui. Se não acontecer, só vai me tornar melhor em todos os outros lugares”, acrescentou.

O’Ward melhorou notavelmente seu ritmo durante suas participações na F1. O recente dia de teste em Abu Dhabi, teve o piloto registrando o segundo tempo mais rápido do dia, à frente de muitos pilotos atuais do grid da F1, que também estavam na pista em carros com os quais estavam intimamente familiarizados.

Ele está agora em uma posição em que quase espera receber mais tempo de pista, e ainda tem ambições elevadas sobre correr na F1. “Cada vez que você faz mais TL1s, mais testes, isso significa mais tempo no carro”, continuou O’Ward. “Isso significa que alguém está acreditando em você e em sua preparação, e dando a você a oportunidade de estar pronto se essas portas se abrirem.”

“Para mim, é tudo sobre isso, e estou totalmente focado no que tenho que fazer na Indy, porque quero dar a vitória nas 500 Milhas para a McLaren. Quero ser aquele que deu isso para eles porque estou com eles há quatro anos, começando meu quinto ano em 2024. Estamos muito perto de um campeonato também. Quero dar isso para a equipe e para mim mesmo. Seria uma história de Cinderela enfrentar o desafio da Fórmula 1 e ser um candidato para uma vaga. Não venha aqui apenas para me divertir. Estamos aqui para vencer, não estamos aqui para sair e aproveitar o que a Fórmula 1 tem a oferecer”, encerrou O’Ward.