F1: Wolff defende Hamilton após quase acidente com Sargeant nos treinos na Arábia Saudita

Toto Wolff saiu em defesa de Lewis Hamilton após um momento de tensão envolvendo o piloto da Mercedes e Logan Sargeant da Williams durante o treino livre para o Grande Prêmio da Arábia Saudita. O incidente, que ocorreu em alta velocidade no TL2 na curva 9, viu Hamilton bloquear a passagem de Sargeant, forçando o americano a usar a área de escape para evitar uma colisão.

Hamilton, que terminou a sessão em oitavo, enfrentando problemas de falta de aderência na traseira, insistiu que havia diminuído a velocidade para permitir a passagem do Ferrari de Carlos Sainz e não estava ciente da aproximação de Sargeant, prontamente se desculpando pelo incidente. Apesar do susto, os comissários emitiram apenas um aviso a Hamilton, enquanto a equipe foi multada em €15.000.

Wolff, falando à Sky Germany, destacou que o momento foi perigoso, mas enfatizou que ninguém, especialmente Hamilton, agiria de tal forma intencionalmente. “Vi o momento, mas não sei se Lewis recebeu a mensagem de que Sargeant estava vindo. De qualquer maneira, foi perigoso e poderia ter resultado em um grande acidente, mas ninguém faz isso de propósito, especialmente não Lewis,” disse Wolff.

Sobre o desempenho da Mercedes durante o dia, Wolff indicou que mudanças estão planejadas para a qualificação após adotar configurações diferentes entre Hamilton e George Russell. “Se você ouvir os pilotos, vai ouvir que o carro não está perfeito e que eles têm problemas de equilíbrio e quicada. Eles não têm confiança, mas acho que isso é verdade para todos no momento, você pode ouvir isso no rádio,” ele explicou.

“A condução com duas configurações totalmente diferentes mostrou que com Lewis isso não funciona de todo. Vamos mudar isso para a qualificação. O carro está ficando cada vez mais rápido em termos de tempo de volta, então temos que pensar cuidadosamente sobre o que fazemos para a qualificação,” Wolff adicionou, antecipando uma disputa acirrada, com até oito carros competindo de perto, onde talvez apenas três décimos separem essas posições.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.