F1: Wolff comenta possível saída de Marko e impacto na Red Bull

Toto Wolff, chefe da equipe Mercedes, manifestou sua opinião sobre o potencial impacto da saída de Helmut Marko da Red Bull, em meio a ações disciplinares que o veterano enfrenta por conta das alegações contra Christian Horner. Wolff destacou que perder Marko representaria uma “perda” significativa para a Red Bull e para o esporte, considerando-o um adversário formidável e um verdadeiro entusiasta das corridas.

A situação de Marko surge como o mais recente desenvolvimento na saga envolvendo acusações de comportamento inadequado feitas contra Horner, chefe da equipe Red Bull. A reclamação, feita por uma funcionária que posteriormente foi suspensa pela empresa, foi arquivada pela Red Bull GmbH. Contudo, a controvérsia veio à tona após relatos na mídia holandesa, acreditando-se que a investigação em torno de Marko esteja relacionada ao vazamento dessas informações.

Wolff expressou sua visão ao ORF, afirmando: “Se a equipe perder Helmut, seria certamente uma perda para a Red Bull e para a equipe. Helmut era – ou é – nosso inimigo favorito, mas é um verdadeiro corredor.”

Paralelamente, a turbulência gerou especulações sobre uma possível mudança de Max Verstappen para a Mercedes, especialmente com a saída de Lewis Hamilton para a Ferrari no próximo ano. Wolff esclareceu a situação, reiterando que há um assento disponível na Mercedes para 2025 e 2026, mas enfatizou que Verstappen correrá onde houver o carro mais rápido, que atualmente é o da Red Bull.

“Estamos conversando há dez anos, desde que ele entrou na Fórmula 1. Tenho um bom relacionamento com Jos [pai de Verstappen] e também com Max. Mas isso não significa que haveria uma mudança no lado profissional a curto prazo.”

A declaração de Wolff sublinha a importância de Marko para a Red Bull e o panorama geral da Fórmula 1, além de abordar rumores e especulações no paddock sobre o futuro de um dos pilotos mais talentosos do grid.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.