F1: Verstappen e Leclerc pedem vistorias extras nas tampas de ralo nos circuitos

Max Verstappen e Charles Leclerc, se pronunciaram sobre o problema recorrente das tampas de bueiros ou ralos soltas nas pistas usadas pela Fórmula 1, cobrando medidas preventivas antes do início da temporada 2024.

Durante os testes de pré-temporada no Bahrein, o problema se repetiu duas vezes, causando atrasos e danos ao carro de Leclerc. Em Las Vegas, no ano passado, um incidente similar causou a destruição do assoalho do carro de Carlos Sainz.

“Com os carros de efeito solo, é um pouco pior”, disse Verstappen. “Mas também parece que estamos passando em lugares que poucos outros carros passam, abrindo mais as curvas. Talvez essas tampas devam ser verificadas com mais cuidado. Sabemos que é um problema em potencial com esses carros e em certas pistas. Antes de começar a temporada, é essencial checar se tudo está firme para evitar novos danos.”

Leclerc ecoou a preocupação do holandês, dizendo: “É um problema sério com consequências graves. Precisamos encontrar uma solução para que não aconteça novamente. Tivemos sorte que não aconteceu em um lugar perigoso como em Las Vegas. Lá, foi bem sério para Carlos, mas tenho certeza que todos estão trabalhando para encontrar a melhor solução”, acrescentou.

As declarações dos pilotos reforçam a necessidade de que a FIA e os organizadores das corridas tomem medidas para garantir a segurança dos competidores, e evitar novos incidentes que possam causar danos materiais e até acidentes que podem ser graves.