F1: Verstappen diz que forte início de Perez em 2023 o motivou ainda mais

O piloto da Red Bull, Max Verstappen afirmou que o entusiasmo em torno de Sergio Perez na luta pelo título da Fórmula 1 durante os primeiros estágios da temporada 2023, o deixou ainda mais motivado.

Apenas seis pontos separavam os companheiros de equipe da Red Bull, depois que Perez venceu pela segunda vez nas quatro primeiras corridas de 2023, no GP do Azerbaijão, sua segunda vitória no Circuito da Cidade de Baku.

Perez teve a oportunidade de conquistar a liderança do campeonato pela primeira vez em sua carreira na F1, quando alinhou na pole position em Miami, enquanto Verstappen largou apenas na nona posição. No entanto, o holandês avançou no grid, até ultrapassar Perez e conquistar uma vitória que daria início a uma série recorde de dez vitórias consecutivas até Singapura, corrida que foi vencida por Carlos Sainz da Ferrari, a única ‘não-Red Bull’ na temporada.

Enquanto isso, Perez enfrentou uma queda de desempenho que o fez não conseguir avançar para o Q3 na sessão de classificação em cinco eventos consecutivos, permitindo a Verstappen garantir o título com cinco etapas de antecedência.

Questionado sobre o apelido de ‘Street King’ (Rei das ruas) que Perez recebeu, Verstappen disse à Viaplay: “Isso só me deixou ainda mais motivado para mostrar que não era o caso. Na verdade, essa é a motivação errada para outras pessoas, mas não é que isso me assuste. Certos meios de comunicação, por exemplo no México ou na imprensa de língua espanhola, estavam obviamente exaltando isso, e é claro que as pessoas esperam uma luta pelo título de qualquer maneira.”

Embora Perez tenha se recuperado na parte final da temporada, o mexicano não conseguiu aumentar o seu número de vitórias e terminou com consideráveis 290 pontos atrás de Verstappen.

O holandês que acumulou 19 vitórias em 22 corridas este ano, afirmou que não estava preocupado com o ímpeto de seu companheiro de equipe no final do ano, pois estava confiante de que as últimas pistas seriam adequadas para ele.

“Também sei que no início da temporada nunca teremos os circuitos que me agradam perfeitamente”, disse ele. “Essas pistas só chegarão no final do ano, os circuitos mais rápidos com muitas curvas rápidas.”

‘Eu não estava nem um pouco preocupado naquele momento. Era apenas uma questão de termos que unir um pouco melhor alguns detalhes. No final, tivemos muito sucesso depois de Baku”, concluiu Verstappen.

Perez finalmente manteve o segundo lugar no Campeonato de Pilotos e prometeu aprender com suas dificuldades em 2023, para tentar uma nova disputa pelo título em 2024. Mas Verstappen alertou seu companheiro de equipe, que a crença inerente deve ser acompanhada de consistência na pista para prevalecer no calor intenso de uma disputa pelo título no campeonato.